Antes e depois de uma Cirurgia Ortognática Classe 2

Screen Shot 2019-02-04 at 11.22.08.png
 

A Cirurgia Ortognática Classe 2 consiste num procedimento realizado para devolver a melhor relação aos seus maxilares, colocando-os numa posição exata para que sejam garantidos pontos como:

A melhora na estética facial e também melhor oclusão (mordida), que quando não funciona da maneira correta pode ocasionar alguns outros problemas como dores, má digestão, entre outros.

A Cirurgia ortognática classe 2 antes e depois especificamente, é realizada para “realinhar” a face quando o maxilar de cima fica muito à frente dos dentes de baixo, isso prejudica tanto a estética quanto a mastigação do paciente, causando também dores musculares, dores de cabeça, entre outros.

A cirurgia Bucomaxilofacial trata as deformidades dentofaciais através da cirurgia ortognática, que é uma técnica na qual osteotomias são realizadas no sistema mastigatório com o objetivo de corrigir as discrepâncias existentes entre maxila e mandíbula e, por conseguinte, estabelecer o equilíbrio estético e funcional entre a face e o crânio.

No passado, os estudos para o tratamento destas deformidades se baseavam apenas em ajustar a oclusão do paciente e a face teria um resultado estético pobre, visto que era tomado como base do tratamento apenas a ortodontia e as análises ósseas (padrão USP, Mcnamara, entre outras.)

Este raciocínio NÃO é correto, devendo o cirurgião e ortodontista entenderem que a análise total do tratamento deve ser feita da pele e tecidos moles para o osso, e não como é feito ainda hoje por algumas pessoas, principalmente cirurgiões plásticos.

Todo o preparo ortodôntico deve ser focado para o posicionamento dental de forma a permitir o melhor caimento tecidual e estética após a cirurgia, mesmo que para isso, prescrições ortodônticas devam ser adequadas e personalizadas, o que trás certamente o melhor resultado funcional e estético.